segunda-feira, 30 de maio de 2011

Como identificar estruturas lógicas

Olá concurseiros!
Hoje iremos tratar de um assunto que vem a complementar o estudo das proposições.

Quando estudamos as estruturas lógicas, aprendemos a associar a estrutura lógica à presença do seu conectivo correspondente.
Exemplo:
Maria caiu e machucou (Conectivo "e" = conjunção).
José comprou um carro ou um apartamento (Conectivo "ou" = disjunção).
Se eu estudo então eu passo (Conectivo "Se...então..." = condicional.)

Agora, o problema ocorre quando o termo que indica o conectivo (e, ou, se..então, etc) não está presente. Nesses casos, devemos aprender a identificar as estruturas lógicas mesmo assim.
Exemplos:
- Paula estuda mas não passa no concurso = Paula estuda e não passa no concurso.
Observação: Mas = e  (só quando o "mas" vier no meio da frase). 

- Nem ganhei na loteria nem fiquei rico = Não ganhei na loteria e não fiquei rico.
Observações:
Nem (início da frase) = não.
Nem (no meio da frase) = e não

Dica mais importante: A estrutura lógica que é mais cobrada em concursos é a condicional ("Se...então..."), mas, a mesma pode aparecer de várias formas.

Utilizarei o exemplo "Se estudo então passo" para exemplificar as formas em que essa expressão poderia aparecer em uma questão.

A = Ganhar na loteria. 
B = Pagar um churrasco para os amigos
Se A então B => Se ganhar então pago o churrasco. (Forma tradicional).

Outras formas:
1) Se A, B (Omitindo o então) => Se ganhar, pago o churrasco.
2) B, Se A (Invertendo a 1) = >  Pago o churrasco, Se ganhar.
3) Todo A é B => Toda vez que ganhar eu pago o churrasco.
4) A implica B => Ganhar implica pagar o churrasco.
5) A é condição suficiente para B => Ganhar é condição suficiente para pagar o churrasco.
6) B é condição necessária para A => Pagar o churrasco é condição necesária para ganhar na loteria. 
7) Quando A, B => Quando ganhar na loteria, pagarei o churrasco.
8) A somente se B => Ganho somente se pagar o churrasco.

Qualquer uma dessas 8 formas são equivalentes a dizer: Se ganhar então pago o churrasco, sendo o candidato obrigado a saber identificar que todas essas formas correspondem à estrutura condicional ("Se...então...").

Até breve e bom estudos!
Professor concurseiro


* Esses exemplos foram formulados com base no livro:
CARVALHO, S. e CAMPOS, weber. Raciocínio lógico simplificado. Rio de janeiro: Elsevier, 2010. 464 p. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário